Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

CIENTISTAS DESCOBREM MANEIRA DE PRODUZIR FRUTA DE TAMANHO GIGANTE

Mäyjo, 05.08.15

tomate_SAPO

Quando no século XVI os exploradores espanhóis trouxeram para a Europa os primeiros tomates domesticados, provindos da América Central e do Sul, este fruto tinha um tamanho gigantesco quando comparado com as variedades selvagens do fruto.

Ao tentarem perceber como o tomate foi domesticado, os cientistas descobriram uma maneira de tornar todos os outros frutos maiores. A descoberta foi feita através do estudo de duas estirpes de tomates geneticamente modificadas, que tinham muitos ramos na parte superior do tronco e que produziam frutos extremamente fecundos.

O tamanho dos frutos e outros traços dependem do que acontece na parte superior do tronco, numa zona conhecida por meristema. O meristema é o tecido celular constituído por células indiferenciadas e encontrado em zonas da planta onde o crescimento pode ocorrer. Estas células indiferenciadas dividem-se para formar mais células estaminais ou para se tornarem em células especializadas, dando origem por exemplo a estruturas como o carpelo – os órgãos das plantas que produzem as sementes. Os tomates selvagens têm dois compartimentos de sementes; os domesticados podem ter oito ou mais.

Durante a investigação, os cientistas descobriram um mecanismo de controlo do tomate que envolve dois genes, um para estimular a produção de células estaminais e outro para manter a produção em ordem. A falta do último gene, chamado CLAVATA3, faz com que os tomates fiquem maiores e mais redondos, escreve aScience Mag. A descoberta foi descrita num artigo publicado na revista cientifica Nature Genetics.

A proteína deste gene requer uma cadeia de três moléculas de açúcar para funcionar bem e, diminuindo o produto desta cadeia obtém-se fruta cada vez maior, indicam os cientistas. Uma vez que este mecanismo de regulação existe em todas as plantas, a equipa de investigadores indica que existe a possibilidade de os produtores manipularem o gene para melhorar a fruta e aumentar o seu tamanho.

Foto: Lufa Farms / Creative Commons

TomTato: Planta que produz tomates e batatas está à venda no Reino Unido

Mäyjo, 24.12.13

Foi posta à venda pela primeira vez no Reino Unido a TomTato, uma planta que produz, simultaneamente tomates e batatas. Resultado de enxertia e não de manipulação genética, esta planta apresenta-se como uma forma de produzir mais alimentos num espaço limitado, sendo publicitada como “uma horta num vaso” (“veg plot in a pot)”.

A TomTato é uma planta que resulta da combinação por enxertia do tomateiro Solanum lycopersicum, e da batateira Solanum tuberosum, e produz 500 tomates cherry na parte aérea e, na parte subterrânea, batatas próprias cozer, assar ou fritar. 

A ideia de associar as duas espécies que pertencem ao mesmo género numa mesma planta não é nova, mas é a primeira vez tal se consegue com taxas de sucesso suficientemente elevadas para tornar o produto comercializável. 

Segundo o diário britânico The Telegraph, cada planta TomTato, vendida pela empresa de produtos agrícolas Thompson & Morgan é criada artesanalmente, unindo os caules do tomateiro e da batateira. 

“As plantas começam por estar unidas por um gancho de plástico que acaba por cair à medida que crescem e depois são transferidas para um vaso de 9 cm e crescem normalmente”, explica Paul Hansord, diretor de horticultura da empresa que comercializa a TomTato, que revela que esta é produto de 15 anos de trabalho. 

“Foi muito difícil atingir a TomTato porque o caule do tomateiro e o da batateira têm de ter a mesma espessura para que o enxerto funcione – é uma operação delicada”. 

As plantas TomTato podem ser adquiridas online pelo preço unitário de 14,99 libras, tendo a Thompson & Morgan capacidade de produzir 34.000 unidades anualmente.

Assista um vídeo sobre as características da TomTato




Fonteshttp://www.telegraph.co.uk e http://www.thompson-morgan.com

 

in: Naturlink